terça-feira, 12 de fevereiro de 2008

Começou o ano!

Passamos o carnaval, e com isso, definitivamente, o ano começou. No dia 11 de fevereiro entramos no ano letivo.

Com ele, o sono, o cansaço, os livros, novos professores, novas matérias. Mas, o que mais me deixa indignado, são as horas perdidas dentro de ônibus, metrô, lotação etc.

Trabalho em Atibaia, moro na Freguesia do Ó, zona norte de São Paulo e estudo na Mooca, zona leste. São 4 lotações, 2 ônibus e 26 estações de metrô, por dia.

Na sexta feira, quando chegar em casa, após a faculdade, terei ficado, nada mais, nada menos, do que 30 horas dentro das conduções citadas.

Isso dá, exatamente, 1 dia e 6 horas, ou seja, dos 5 dias úteis da semana, um deles, eu perco na estrada. É muita coisa.

Sem contar as condições. Lotações, realmente lotadas. Metrô cheio o tempo todo. É um verdadeiro sufoco. Mas, acredito que, tudo isso será superado.

Assim como eu, devem existir milhares de pessoas, que passam por isso todos os dias. Não é fácil vencer na vida e, para isso, todo esforço é bem vindo e necessário.

Para não ficar ainda mais maluco com esta história, nem quero fazer os cálculos daqui até o final do ano. Ficaria apavorado com o resultado.

Mas, enfim, é isso. Não tem como escapar. Como diria um velho ditado: "sucesso, só vem antes do trabalho, no dicionário".

Bem, fico por aqui, antes que eu perca o ônibus para a faculdade.


Nenhum comentário: