domingo, 30 de março de 2008

Carta aberta aos Amigos!

Bem, esta foi uma semana complicadíssima para mim. Acordei na segunda-feira crente que tinha tudo pronto na cabeça e que bastaria apenas a execução dos planos para que tudo desse certo.

Até aí, tudo ok! Fui trabalhar, depois fui à faculdade para trancar minha matrícula e mudar completamente o andamento da minha vida. Assim o fiz. Afinal, estava tudo planejado, não é mesmo?

Tranquei a matrícula e voltei para casa com a certeza do dever cumprido. Só faltava conseguir dormir. Não consegui.

Coração e cabeça já arrependidos do que foi feito me infernizaram a noite toda. Para piorar ainda mais a situação, me aparece um tal de Montanha e me conta a reação da sala com relação à minha atitude. “Caramba, Marcão! Tá todo mundo puto com você. Ninguém acreditou que você fez isso. Todos sabem que você tomou a decisão errada.”

Veio terça... e tome Montanha na minha orelha. Contando tudo o que se passava na sala de aula. “Marcão, o pessoal ta super chateado. O Pepe, o Patrick, a Michelle, a Juliana (essa me mandou um e-mail espetacular na terça feira), o pessoal que era do !º B, meu, tá foda, todo mundo quer que você volte.”

Quarta, quinta e, finalmente sexta. Falando por telefone com a Luciene, maior responsável pela escolha do meu curso, afinal, foi ela quem disse que eu tenho "talento" para essa coisa de Jornalismo, escutei mais um montão. "Não acredito que você fez isso. Estou decepcionada com você." Foi a gota d´água.

E agora? Será que ainda daria tempo de “destrancar” a minha matrícula? Acho que deu.

Sexta feira,18:00 horas: chego à faculdade e solicito o “destrancamento” da minha matrícula. A atendente: “Vou fazer o possível, mas não posso garantir.” Gelei. “Como assim não pode garantir?”

18:30 horas: Pedido efetuado. Era hora de voltar ao lar, ou melhor, à sala de aula.
Comentário geral. “Você voltou?” Ué, não tinha parado?” “Marcão, fala que você voltou, cara?” Puta que legal, o chatão voltou.”

E olha, sou chato prá cacete. Ranzinza, velho (segundo o Patrick), o Senhor Mau-humor, como diz a Ariane, mas... acho que até os mais pentelhos têm a sua vez e os seu amigos.

Estou muito feliz por ter voltado. Agradeço imensamente o carinho que todos tiveram por mim e, principalmente, ao meu porta-voz, Montanha. Grande responsável por transmitir as mensagens de apoio, vindas de além mar.

Claro que ainda existem outras pessoas com as quais eu pude contar nessa conturbada semana. E aqui vai também o meu agradecimento: Jair, Aílton, Keyller, Marcinho, Nick, Rose, Tati, Larissa, João, Beto, minha mãe, Júnior (grande amigo meu), Dil (esse tem sido um pai prá mim) e a todos os meus colegas do 2BCSNJO.

Para encerrar, uma frase do Dil. Caseiro em Atibaia, sujeito matuto e de uma sensibilidade fora do comum:

"Todas as vezes que deixamos de realizar um sonho, deixamos para trás um pedaço do nosso futuro."

Sou brasileiro, futuro JORNALISTA e não desisto nunca!!!

Fui!!!

7 comentários:

João luis disse...

Sábia decisão Marcos! Quando o Montanha me disse, na segunda-feira que você havia desistido do curso (e sucumbido às forças ocultas), também fiquei indignado. Pelo pouco que conheço de você, já havia percebido que o Jornalismo corre em suas veias.
Seja bem vindo de volta ao lar...
João Luis Pinheiro

Ju Chijo disse...

Marcão!
Também fiquei muito feliz por você ter voltado. Nunca devemos desistir dos nossos sonhos, mesmo que a princípio pareça impossível.
Quero daqui 3 anos ver todos nós formados e felizes.
Como já disse o João, seja muito bem-vindo.

Beijos

Chijo

tati disse...

As dificuldades vão existir, sempre. Mas para nos fortalecer e temos a certeza de que estamos no caminho certo. Ainda bem que você viu isso a tempo! Depois que conheci seu blog, fiquei ainda mais feliz com o seu retorno. E como te disse, você está no curso certo.Não jogue seu talento fora!!As oportunidades demoram mas aparecem. E na hora certa!!! E quanto estivermos todos em cima de um imenso palco, de beca, recebendo com lágrimas nosso diploma, aí certamente você vai mesmo acreditar que valeu a pena...
Seja bem vindo novamente!!! E agora pra ficar!! Conte comigo!!
bjos
Tati

Iêda disse...

Ahhhhh, ouvi esta tal história na sexta e achei que era brincadeira!!! Se soubesse tinha dado uns puxões de orelha...
E não faça mais isso... Lembre-se que já está quase na metade do caminho!
JUÍZO, hein!!!
Beijo

Luciene disse...

Agora sim eu substituo o sentimento de decepção por outro: orgulho!

Parabéns!

Lu

Alexandre disse...

Como eu sempre te disse...vc esta no caminho certo, não desista, falta pouco....os obstaculos aparecem, e lembre-se que vc tem amigos. Estamos juntos nesta estrada

Juliana Petroni disse...

Amigo nós te amamos e não podíamos deixar um talento nato decidir desse ofíco tão árduo como o nosso.

bjo

Juliana Petroni